Show “A História da MPB de 1916 Aos Dias de Hoje”

O Grupo Seresta Moderna Apresenta:


“A História da MPB de 1916 Aos Dias de Hoje” tem um repertório imbatível. O show começa com os melhores momentos da Música Popular Brasileira. Passeia pelos clássicos de décadas em décadas com as pérolas da MPB. Faz um apanhado de tudo que se destacou na história MPB sem deixar ninguém de fora.

O roteiro começa em 1899, com Chiquinha Gonzaga e a primeira marchinha de carnaval composta para um bloco de rua. Em 1916, o primeiro samba oficialmente gravado no país de autoria de Donga e Mauro de Almeida. Passa por “Carinhoso”, de Pixinguinha e Braguinha. Fala do surgimento de Carmem Miranda, em 1930 e exalta a riqueza da composição brasileira naquela década. Primeiro vem os grandes sucessos de Assis Valente, Zequinha de Abreu, Noel Rosa e Ari Barroso e assim segue cantados outros nomes que também se destacaram.

Depois vêm os anos 40, o surgimento de Dorival Caymmi e Ataulfo Alves. Os anos 50, da dor de cotovelo, Lupicínio Rodrigues. O final dos anos 50 o movimento da Bossa Nova de Tom Jobim e Vinícius de Morais. Os anos 60 e o fenômeno Jovem Guarda. Os festivais da canção e o surgimento da geração de Chico, Caetano, Gilberto Gil e Milton Nascimento.

Logo depois os anos 70, o reconhecimento nacional dos compositores, Cartola e Adoniran Barbosa. Em seguida os anos 80, a explosão do rock nacional com a revelação de grandes bandas da geração 80, entre eles Renato Russo. A redescoberta de Tim Maia, os sucessos de Djavan. O Espetáculo agora passeia pelos anos 90 e 2.000. Sucesso de Marisa Monte, musa da a nova musica popular.

A última parte e final do show o grupo canta “Mas que Nada”, de Jorge Benjor, explosão mundial em 2006; uma faixa “autoral do grupo” e “Pela Internet”, de Gilberto Gil para encerrar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *